Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

insonia1
No comando: INSONIA

Das 00:00 às 05:59

amanhcer1
No comando: AMANHECER

Das 06:00 às 08:00

manha1
No comando: MANHÃ MUSICAL

Das 08:00 às 11:59

naftalina1
No comando: NAFTALINA

Das 12:00 às 13:59

20160825155610
No comando: TARDE MUSICAL

Das 14:00 às 17:59

bailaogaucho222
No comando: BAILÃO GAÚCHO

Das 18:00 às 18:59

bailao-bandinhas-san-francisco
No comando: BAILÃO – BANDAS

Das 19:00 às 19:59

vibrazone1
No comando: VIBRAZONE

Das 20:00 às 23:59

EXPODIRETO – Sebrae RS terá estande coletivo nesta edição do evento que inicia dia 11

Compartilhe:
stand_sebrae_expodireto_2018__2__1550839293557

Tecnologia, conhecimento, informação, relacionamento, progresso, inspiração; a conexão entre o agro e o negócio. A Expodireto reúne grandes empresas de máquinas e equipamentos para o agronegócio, o melhor em termos de pesquisa, os principais lançamentos e tecnologias para todos os tamanhos de propriedades. Na edição deste ano, o parque onde acontece a feira foi ampliado para 98 hectares e a expectativa é de reunir mais de 500 expositores e atrair mais de 250 mil visitantes. Para se ter uma ideia, no ano passado, os negócios geraram um volume de R$ 2,2 bilhões em vendas.

Quem também comemorou bons resultados foi o André Luis Spiller, sócio da ZS Máquinas. A empresa, de Sananduva, participou, pelo quarto ano consecutivo do estande coletivo do Sebrae RS, na Expodireto Cotrijal. Desde que começou essa parceria, a empresa cresceu cerca de 20%, além de ampliarem os contatos e a divulgação da empresa. Só em 2018, o volume de vendas foi 50% maior do que no ano anterior. O empresário lembra que “a feira em si já é boa pela sua estrutura e o vasto conhecimento que ela transmite aos agricultores. Com certeza a médio e longo prazos nos ajuda muito”.

Para a edição deste ano, o espaço do Sebrae RS contará com 1.600 metros quadrados, que reunirá 34 empresas de todas as regiões do Estado. Desde 2005 na Expodireto Cotrijal, o lugar é específico para empresas que participam dos projetos promovidos pelo Sebrae, como foi o caso de Spiller.

A gestora de projetos da indústria do Sebrae RS, Julia Colnaghi Lavall Vieira, comenta que, por ser uma feira muito concorrida, “o estande coletivo é uma forma de apoiar as empresas para exporem os produtos e as marcas numa feira internacional, além de ser uma projeção através da divulgação e do fortalecimento da marca no mercado de agronegócio. Isso sem contar a grande oportunidade de contato com potenciais clientes”.

É o que pretende fazer a Metalzan Indústria Metalúrgica, de Tapejara. A empresa, especializada em fabricação de aquecedores para aviários, começou há 22 anos como uma pequena serralheria e, com o passar dos anos, cresceu. Foi com o apoio do Sebrae que surgiu a oportunidade de participar, pela primeira, vez, do estande coletivo na Expodireto Cotrijal.

“A nossa principal expectativa é fortalecer a nossa marca. Partindo do planejamento estratégico, que foi construído junto ao Sebrae, definimos o nosso foco de atuação. E por estarmos em um espaço com outras empresas, temos a garantia de fluxo de pessoas que irão conhecer a Metalzan”, comenta o sócio da empresa Marcelo Zanchetta, que já conta as horas para a estreia no estande coletivo.

Informações: Assessoria de imprensa Sebrae RS

Mais informações sobre a Expodireto
www.expodireto.cotrijal.com.br

fibra2_jpg1

Deixe seu comentário:

radios.net