Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

insonia1
No comando: INSONIA

Das 00:00 às 05:59

amanhcer1
No comando: AMANHECER

Das 06:00 às 08:00

manha1
No comando: MANHÃ MUSICAL

Das 08:00 às 09:59

manha1
No comando: MANHÃ MUSICAL

Das 08:00 às 11:59

laco-do-peao1
No comando: CORAÇÃO SERTANEJO

Das 10:00 às 11:59

vintage-cassette-tape-2000x1657-wallpaper
No comando: NAFTALINA

Das 12:00 às 13:59

o-music-top-fa1
No comando: SOM DA HORA

Das 14:00 às 15:59

20160825155610
No comando: TARDE MUSICAL

Das 14:00 às 17:59

tarde-musical-findi111
No comando: TARDE MUSICAL

Das 16:00 às 17:59

bailaogaucho222
No comando: BAILÃO GAÚCHO

Das 18:00 às 18:59

music-paradise1
No comando: MUSIC PLUS

Das 18:00 às 19:59

bailao-bandinhas-san-francisco
No comando: BAILÃO – BANDAS

Das 19:00 às 19:59

mandei-bem1
No comando: VOCÊ QUE MANDA

Das 20:00 às 20:59

domingaco-18as20hrs1
No comando: INTERLIGADOS

Das 20:00 às 21:59

vibrazone1
No comando: VIBRAZONE

Das 20:00 às 23:59

Realizado o primeiro LIRAa/LIA do ano em Vanini

Compartilhe:
vanini-dezessseis-amostras-aedes1

Entre os dias 22 e 25 de fevereiro, foi realizado o primeiro LIRAa/LIA (Levantamento de Índices de Infestação do Aedes) do ano em Vanini. O trabalho, que foi solicitado pelo CEVS (Centro Estadual de Vigilância em Saúde), consiste na vistoria conjunta de grande parte dos imóveis do município em um curto período de tempo, o que possibilita medir o risco de epidemia de dengue.

Durante o levantamento, realizado por Ana Carolina Razera, que atua na Vigilância Sanitária do município, Aline Debastiani, Vigilante Sanitária, e as Agentes de Saúde do município, foram encontradas 16 amostras de larvas de mosquito, as quais foram enviadas à 6ª Coordenadoria Regional de Saúde, em Passo Fundo, para análise. O resultado que apontará se as larvas são ou não do Aedes aegypti, mosquito que transmite doenças como a dengue, zika e chikungunya, será divulgado pela Coordenadoria na próxima semana.

vanini-aedes-pneu1

A maioria das amostras foram encontradas em lonas com acúmulo da água da chuva, em recipientes altos e, também, em algumas caixas de água. “Com o LIRAa, percebemos que as lonas e as caixas de água mal tampadas estão sendo o local de proliferação maior. Ainda assim, estamos procurando solução para as larvas encontradas em bueiros da cidade, que possivelmente podem ser de Aedes. Ressaltamos que, no município, o mosquito Aedes aegypti ainda não possui a doença. Porém, os cuidados devem continuar”, destaca Ana Carolina.

Lembrando que, para eliminar os focos do Aedes aegypti, ações como as listadas abaixo precisam ser realizadas:
– Mantenha bem tampados: caixas, tonéis e barris de água.
– Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada.
– Não jogue lixo em terrenos baldios.
– Se guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo.
– Não deixe a água da chuva acumular sobre a laje.
– Encha os pratinhos ou vasos de planta com areia até a borda.
– Se guardar pneus velhos, retire toda a água e mantenha-os em locais cobertos, protegidos da chuva.
– Limpe as calhas com frequência, evitando que galhos e folhas possam impedir a passagem da água.
– Lave com frequência, com água e sabão, os recipientes usados para guardar água, pelo menos uma vez por semana.
– Limpe com frequência os potes de água dos animais.

Mais informações pelo fone 3340-1303, com Ana Carolina Razera ou Aline Debastiani.

FONTE – Comunicação Prefeitura de Vanini

 

 

simplesnet-flyer1-jpg1

Deixe seu comentário:

radios.net